PR-2

Pró-Reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa

Universidade Federal do Rio de Janeiro



Grand Challenges Explorations: 25 projetos aprovados dentre os quais, considerando-se as duas chamadas do primeiro Grand Challenges Explorations (GCE), quatro são da UFRJ
03/12/2018

Um sistema sustentável e de baixo custo para remover bactérias resistentes a antibióticos de esgotos e efluentes. Um cruzamento de indicadores de saúde com informações sobre poluição do ar para identificar possíveis impactos das emissões na saúde de gestantes e crianças. Estes são exemplos de projetos financiados pelas duas chamadas do primeiro Grand Challenges Explorations (GCE) voltado apenas para pesquisadores brasileiros: Ciência de Dados para Melhorar a Saúde Materno-Infantil no Brasil e Novas Abordagens para Caracterizar a Prevalência de Resistência aos Antimicrobianos.

As duas chamadas receberam mais de 338 projetos de todo o Brasil e 61% deles estavam dentro do tema. Ao final do processo de seleção, foram financiados 25 projetos: 14 pela chamada em Ciência de Dados e 11 na de Resistência a Antimicrobianos. Cada inovador receberá 100 mil dólares para desenvolver suas ideias em 18 meses. A expectativa é que eles auxiliem gestores a definir melhores políticas públicas nestas duas áreas.

Quatro projetos da UFRJ, considerando-se as duas chamadas do primeiro Grand Challenges Explorations (GCE), foram selecionados: um no edital Ciência de Dados para Melhorar a Saúde Materno-Infantil no Brasil  e três no edital Novas Abordagens para Caracterizar a Prevalência de Resistência aos Antimicrobianos:

Edital Ciência de Dados para Melhorar a Saúde Materno-Infantil no Brasil

- Novas recomendações sobre ganho de peso gestacional para o Sistema Único de Saúde (SUS), Gilberto Kac, Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ)

Edital Novas Abordagens para Caracterizar a Prevalência de Resistência aos Antimicrobianos:

- Rastreando a evolução do Staphylococcus aureus resistente à meticilina (MRSA) para descobrir importantes biomarcadores para caracterizar rapidamente os clones únicos de MRSA nas infecções hospitalares, Agnes Figueiredo, Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ)

- Ciência de dados na tuberculose droga-resistente no Brasil, Rejane Pinheiro, Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ)

- Engenheiros, farmacêuticos e químicos utilizando lodo granular aeróbio para remover antibióticos de efluentes hospitalares, Leonardo Moura, Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ)

A PR-2 parabeniza os projetos contemplados da UFRJ pela conquista.

Fonte: Site CNPq

Clique aqui para maiores informações