PR-2

Pró-Reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa

Universidade Federal do Rio de Janeiro



UFRJ é eleita 4ª melhor universidade da América Latina
05/06/2014

ASSESSORIA DE IMPRENSA - GABINETE DO REITOR
assessoria@reitoria.ufrj.br


Por Jean Souza e Brunna Arakaki

A UFRJ subiu quatro posições no ranking de instituições latino-americanas da QS World University Ranking, passando da 8ª para a 4ª colocação.

A lista divulgada na terça-feira (27/5) mostrou ainda que, das dez melhores universidades latino-americanas, seis são brasileiras.

O reitor Carlos Levi comentou a classificação: “Essa subida no ranking traduz o nível de qualificação e excelência que vem sendo construído e tem se expandido na UFRJ. Recentemente, nossa universidade veio ampliando a capacidade de divulgação de suas atividades científicas, de ensino e pesquisa. Como isso tem sido feito de forma mais sistemática, consideramos que esse resultado já estava latente”, disse.

Segundo Débora Foguel, pró-reitora de Pós-graduação e Pesquisa, a universidade melhorou significativamente o indicador “employer reputation”, que analisa a resposta de empregadores sobre a qualidade do estudante da UFRJ. Além disso, Débora acredita que o aumento do “citation per paper”, indicador de citação por artigo, demonstra que as publicações da UFRJ estão melhorando em qualidade.

“Com todas as críticas que podem ser feitas a qualquer ranking – e elas existem – sempre ficamos felizes quando somos bem classificados. Isso indica que estamos caminhando na direção correta. Que todo nosso trabalho, esforço e dedicação estão gerando bons frutos”, disse. E complementou: “Certamente, uma má classificação pode representar necessidade de ajustes de rumos, de revisão de políticas e novos incentivos”.

QS World University Ranking é a classificação anual das 700 universidades mais destacadas do mundo, sendo a mais respeitada nesta categoria. Referência para estudantes, administradores universitários, acadêmicos e governos no mundo todo, seu objetivo é reconhecer as universidades como centros de excelência pedagógica e pesquisa, e contribuir para o desenvolvimento e aprimoramento das instituições.

Os rankings se baseiam em quatro pilares: a pesquisa, o ensino, o preparo dos alunos para o mercado de trabalho e o nível de internacionalização da instituição.

A lista completa das universidades avaliadas está disponível aqui.