PR-2

Pró-Reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa

Universidade Federal do Rio de Janeiro





Visite Também

Edital de apoio às Incubadoras: resultado
20/12/2010

Catorze novos projetos receberão recursos da Fundação para sua execução. São os contemplados no edital de Apoio a Incubadoras de Empresas de Base Tecnológica - 2010, cujo resultado está sendo divulgado nesta quinta-feira, 9 de dezembro. Incialmente previstos R$ 3 milhões a qualidade das propostas apresentadas e a disponibilidade orçamentária e financeira permitiram a ampliação dos recursos do edital. As propostas aprovadas dividirão um total de R$ 3,2 milhões.

Das 11 instituições beneficiadas, a Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) teve três projetos aprovados, enquanto a Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj) teve dois. As demais instituições - Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial (Inmetro), Instituto Vital Brazil (IVB), Universidade Veiga de Almeida (UVA), Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ), Pontifícia Universidade Católica (PUC), Centro Federal de Educação Tecnológica Celso Suckow da Fonseca (Cefet), Centro Universitário Estadual da Zona Oeste (Uezo), Universidade Federal Fluminense (UFF) e Universidade Estadual do Norte Fluminense (Uenf) - tiveram, cada, um projeto contemplado.

Voltado a apoiar a infraestrutura física e administrativa de incubadoras de empresas de base tecnológica sediadas nas instituições de ciência e tecnologia (ICTs) que funcionam no estado, o edital visa aprimorar os serviços prestados às empresas; ampliar sua capacidade de operação, o que inclui a expansão de suas instalações; aumentar o número de empresas atendidas; assim como ampliar o impacto da incubadora sobre a comunidade em que está inserida; e incrementar o conteúdo de inovação tecnológica das empresas atendidas.

Nesse sentido, poderão ser custeados apenas itens diretamente relacionados à execução e às atividades do projeto, o que inclui despesas de capital - como a aquisição de materiais permanentes e equipamentos; e obras de infraestrutura e instalações -, e despesas de custeio - como serviços de terceiros (pessoas jurídicas), com caráter eventual (até o máximo de 25% do montante solicitado em despesas de custeio); diárias e passagens, até o limite de 5% do montante solicitado em despesas de custeio (não serão permitidas diárias e passagens para participação em reuniões científicas); material de consumo, componentes e/ou peças de reposição de equipamentos; despesas de importação (até o limite máximo de 18% do valor do bem importado). Depois da conclusão do projeto, os itens adquiridos com recursos do edital, como equipamentos e bens permanentes, deverão ser integrados ao patrimônio da ICT em que a incubadora se localiza; ou, se fo r o caso, permanecer na incubadora, em regime de comodato, pelo período de cinco anos, desde que com a concordância da ICT e da FAPERJ.

Confira a íntegra do resultado do edital de Apoio a a Incubadoras de Empresas de Base Tecnológica - 2010, www.faperj.br